Scream

Quantas vezes é que aquilo que compreendemos é igual ao que ouvimos? Estou aqui, estou a gritar, não me ouves? Cada vez que os meus olhos se cruzam com os teus, é um grito. Cada vez que digo o teu nome, é um grito. Cada vez que te ignoro, que finjo que não me importo, é um grito. Cada vez que sorrio, é um grito. Grito tanto que já não tenho forças para simplesmente falar e sussurrar-te ao ouvido, para que as palavras não escapem e sejam só nossas. 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s